O álcool causa dependência não seja a próxima vítima

O álcool causa dependência não seja a próxima vítima

O álcool causa dependência não seja a próxima vítima

Apesar de ser aceito pela sociedade, o álcool oferece uma série de perigos tanto para quem o consome quanto para as pessoas que estão próximas. Por essa razão o consumo abusivo de álcool é uma questão de saúde pública. Parte dos acidentes de trânsito, comportamentos antissociais, violência doméstica, ruptura de relacionamentos e problemas no trabalho são provenientes do uso nocivo de álcool.

O consumo prolongado de álcool pode fazer com que as células do fígado percam a sua capacidade de regeneração, podendo desencadear uma cirrose. Como o álcool atua no organismo? 

O álcool pode ter um efeito duplo no organismo, já que no início produz uma grande sensação de satisfação e alegria, porém mais a frente começa a produzir visão borrada e graves problemas de coordenação.

Os efeitos do álcool no corpo são muitos, sejam a médio ou em longo prazo, muitos órgãos são danificados.

O cérebro e o sistema nervoso:

O consumo frequente de álcool afeta gravemente as funções cerebrais, em primeiro lugar as emoções provocando mudanças súbitas de humor, alteração no controle da motricidade, má pronunciação, reações muito lentas e perda de equilíbrio.

O autocontrole é perdido, a memória, a capacidade de concentração e as funções motoras são alteradas gravemente.

Além disso, essas pessoas se afastam com frequência de seu ambiente de trabalho e familiar, o que provoca o abandono das famílias, divórcios e a perda do emprego, e pode provocar uma profunda depressão e na maioria dos casos termina em suicídio.

No coração e no aparelho respiratório:

O consumo álcool em doses muito elevadas pode aumentar a pressão sanguínea ou pressão arterial, ocasionando danos no músculo cardíaco devido ao efeito tóxico do álcool.

 O músculo cardíaco é debilitado e por isso sua capacidade para bombear o sangue reduz.

Solicite agora o tratamento e tenha maiores informações, pela nossa Central de Atendimento ou nos envie um e-mail em nossa página de Contatos.

 

 

Curta e Compartilhe